Férias no Interior de Portugal | 10 Destinos a Visitar

Para umas férias no interior de Portugal, sugerimos dez destinos para descobrir em qualquer época do ano, seja numa escapadinha de fim-de-semana ou numas férias mais prolongadas.

Viaje pelo interior e visite aldeias históricas com um património único, cidades com tradições ancestrais, e paisagens naturais de rara beleza.

De Trás-os-Montes à Serra da Estrela, passando pela Serra de São Mamede e pelo Vale do Guadiana, percorra o território de norte a sul e descubra um país que ainda guarda muitas surpresas por desvendar.

1. Montesinho

Montesinho

A aldeia de Montesinho, localizada a 1030 metros de altitude, destaca-se pelo edificado que ainda preserva a arquitetura popular transmontana. Algumas casas foram recuperadas e reconvertidas em lojas de venda de produtos regionais e de artesanato, assim como alojamento turístico.

A aldeia está inserida no Parque Natural de Montesinho, que se destaca pela fauna e flora únicas, sendo uma das povoações mais bem preservadas da Terra Fria Transmontana.

Para estadia nesta região, sugerimos um pacote de alojamento nos bungalows do Parque Biológico de Vinhais, localizado em pleno Parque Natural de Montesinho.

Também pode interessar: Bungalows em Portugal

2. Miranda do Douro

A cidade de Miranda do Douro, localizada em pleno Parque Natural do Douro Internacional, é um destino incontornável no nordeste transmontano pelo património histórico e cultural. A língua mirandesa e os Pauliteiros de Miranda, que bailam ao som dos ritmos tradicionais, são apenas dois exemplos da herança ancestral desta cidade banhada pelos rios Douro e Fresno.

No centro histórico, salientamos as visitas aos Paços do Concelho à Sé (Igreja de Santa Maria Maior), edificada no século XVI, e ao Museu da Terra de Miranda, onde pode ficar a conhecer o modo de vida da população local, assim como as tradições e os costumes do planalto mirandês.

Para descobrir todos os encantos desta região, sugerimos um passeio de barco pelas arribas do Douro, que fazem parte da Reserva da Biosfera Transfronteiriça da UNESCO, um autêntico museu ao ar livre pelo património natural e geológico que possui. Durante o passeio, vai ter a oportunidade de observar a orografia acidentada e os vales encaixados e, com sorte, algumas aves de rapina como a águia-real ou o falcão-peregrino.

O cruzeiro ambiental Arribas do Douro parte do cais da estação biológica internacional, localizado a cerca de 1 quilómetro de Miranda do Douro. Durante a viagem, os técnicos dão a conhecer os recursos etnográficos, a fauna e a flora da região. O passeio inclui também uma degustação de vinhos do Porto.

Na hora de comer, delicie-se com a gastronomia transmontana no restaurante “O Mirandês” (Rua Dom Dinis, 7). A famosa posta Mirandesa, o polvo à transmontana, os pratos de enchidos e o delicioso pão de ló, são algumas das iguarias de prova obrigatória.

3. Lamego

O Santuário de Nossa Senhora dos Remédios é o cartão de visita da cidade de Lamego. Para subir os 686 degraus do escadório monumental, que nos leva até ao cume Monte de Santo Estevão, é preciso alguma preparação física. Mas vale a pena o esforço. Ao longo do percurso, pode apreciar as capelas, as estátuas, as fontes e os obeliscos e o Pátio dos Reis. Ao chegar ao cimo das escadas, admire o estilo barroco e rococó da igreja e as vistas deslumbrantes sobre a cidade.

No início de setembro, acontecem as festas e a romaria em honra da Nossa Senhora dos Remédios, com vários desfiles, procissões, e eventos culturais.

Sé de Lamego

Num passeio pela cidade sugerimos ainda a visita ao Parque de Santo Estevão, ao Museu de Lamego (Antigo Paço do Bispo), à Sé Catedral, ao núcleo arqueológico da Porta dos Figos, e à Igreja e Convento de Santa Cruz.

Para ficar a conhecer a gastronomia da região, não deixe de experimentar o cabrito assado, as famosas bôlas (de fiambre, presunto, vinha d’alhos, atum, frango, sardinha e bacalhau), os enchidos de porco, e o biscoito da Teixeira.

Também pode interessar: Escapadinhas no Douro

4. Almeida

A vila raiana de Almeida, localizada no distrito da Guarda, é um excelente destino para descobrir na Beira Alta. A fortaleza, com a sua forma de estrela de doze pontas, é considerada um dos expoentes máximos da arquitetura militar em Portugal e um dos melhores exemplos dos sistemas defensivos abaluartados a nível europeu. O sistema, construído entre os séculos XVII e XVIII, é constituído por cerca de 2500 metros de muralhas e por um fosso com 12 metros de profundidade e 62 metros de largura.

Vista aérea de Almeida (Fonte: CM de Almeida)

Num passeio pela vila, não deixe ainda de apreciar as ruínas do Castelo, o Picadeiro de El-Rei, os Paços do Concelho, a Casa dos Governadores e a Torre do Relógio. Faça ainda uma visita ao Museu Histórico-Militar.

Em Almeida, vai encontrar uma gastronomia baseada em pratos de caça, com especial destaque para o Coelho à Caçador e para o Arroz de Lebre. Na doçaria tradicional, destaca-se o Pão de Ló, o Doce de Abóbora, e a Bola Parda.

5. Sortelha

Sortelha

Entre o Parque Natural da Serra da Estrela e a Reserva Natural da Serra da Malcata, encontramos a aldeia histórica de Sortelha, localizada a 760 metros de altitude, com vistas deslumbrantes para a paisagem em redor. O Castelo e as Muralhas, cujas origens remontam ao século XII, são o principal cartão de visita desta aldeia. Num passeio pelo centro histórico, bem preservado, aprecie a Torre Sineira, a Igreja Matriz, a Antiga Casa da Câmara e Cadeia e o penedo Cabeça da Velha.

Para saborear a gastronomia da região, sugerimos o restaurante Dom Sancho (Largo do Corro), com algumas especialidades imperdíveis como as caldeiradas de borrego, cabrito e bacalhau, os guisados de veado e de borrego, ou a lebre com feijão branco. Para ultimar a refeição, delicie-se com as sobremesas beirãs como o leite-creme, as farófias, as papas de milho e o arroz-doce.

Também pode interessar: Férias na Serra da Estrela

6. Piódão

Piódão

Piódão

A aldeia histórica de Piódão, localizada entre o Parque Natural da Serra da Estrela e a Área de Paisagem Protegida da Serra do Açor, são um dos destinos incontornáveis para visitar na região centro de Portugal. As casas construídas em xisto, dispostas em anfiteatro, são a imagem de marca deste local.

Num passeio pelas ruas estreitas e sinuosas, aprecie a arquitetura das casas e a igreja matriz, dedicada a Nossa Senhora da Conceição, caiada de branco com contrafortes cilíndricos singulares. Não deixe ainda de visitar o Núcleo Museológico do Piódão.

Nesta região destacamos também as visitas à praia fluvial de Foz D’Égua, as aldeias de Pardieiros, Cerdeira e Avô. Se gosta de fazer caminhadas, recomendamos que percorra o trilho circular PR2 Piodão – Foz D’Égua – Piodão, com cerca de 7 quilómetros de extensão.

Também pode interessar: Viagens Baratas em Portugal

7. Monsanto

Monsanto

A aldeia de Monsanto, localizada no município de Idanha-a-Nova, é outro dos destinos que vale a pena conhecer no interior de Portugal. Neste local, deambule pelas ruas íngremes, aprecie a a arquitetura das casas construídas em granito, admire o Penedo Pé Calco, o Pelourinho, a Igreja Matriz, e o Castelo. Deslumbre-se com as vistas panorâmicas de grande alcance, a partir do Miradouro Praça dos Canhões.

8. Marvão

Marvão

A vila medieval de Marvão, localizada no coração do Parque Natural da Serra da São Mamede, a cerca de 860 metros de altitude, destaca-se pelo castelo e pelas muralhas com uma posição estratégica sobre a linha da raia. Num passeio pelo centro histórico, admire as ruas estreitas, o pelourinho manuelino, as janelas góticas e as varandas de ferro forjado de algumas construções, e as Igrejas de Santiago, do Espírito Santo e de Santa Maria, onde está implantado o Museu Municipal.

Para provar as iguarias desta região alentejana, sugerimos uma visita ao restaurante Varanda do Alentejo com vistas sobre a paisagem em redor (opte por um lugar à janela). O magusto de carnes grelhadas com migas de batata, o ensopado de borrego, a alhada de cação e o lombo de bacalhau frito em azeite e alho são alguns dos pratos em destaque.

Também pode interessar: Escapadinhas no Alentejo

9. Monsaraz

A vila medieval de Monsaraz, com suas ruas estreitas e casas brancas, é talvez a mais popular das aldeias alentejanas que merece uma visita. O edificado do centro histórico, a Igreja Matriz de Santa Maria da Lagoa e o Castelo, com vistas de 360 graus sobre a albufeira de Alqueva e as paisagens tipicamente alentejanas, são alguns dos locais de visita obrigatória.

Para aproveitar da melhor forma a estadia nesta região, sugerimos que faça um passeio de barco no Alqueva, o maior lago artificial da Europa. A empresa Alqueva Cruzeiros opera a partir do cais próximo de Monsaraz.

A visita não não fica completa sem provar as especialidades regionais como a sopa de tomate, beldroegas, toucinho ou cação, e a açorda alentejana, sem esquecer os doces conventuais.

10. Mértola

Mértola

A vila raiana de Mértola com vistas para o rio Guadiana é outro dos destinos em destaque que vale a pena conhecer no interior de Portugal. Mértola possui um património histórico e cultural ímpar, destacando-se o Castelo, a Igreja Matriz, o Convento de São Francisco, a Torre do Relógio e as ruas tortuosas do centro histórico. Nesta região, sugerimos ainda uma visita às Minas de São Domingos, a cerca de 20 quilómetros de Mértola.

Para saborear a cozinha regional, recomendamos o restaurante “O Brasileiro”, que apesar do nome, oferece um menu dedicado à cozinha alentejana como as plumas de porco preto na brasa, as migas de pão com carne de porco temperada, as sopa de cação no barro, as migas de espargos bravos e o estufado de javali de Montaria.

Aproveite as nossas sugestões de férias no interior de Portugal e conheça destinos únicos que se destacam pelo património histórico e cultural, pelas paisagens naturais e pela gastronomia.

Partilhar.